Saiba como se relacionam

Como a educação e a transformação social se relacionam? Em um país como o Brasil os dois assuntos são de suma importância, pois nossas estatísticas mostram que temos tido um péssimo desempenho educacional e que isso está interferindo diretamente na qualidade de vida e na economia de nossa sociedade. Mas como, exatamente, a educação pode transformar? Trataremos disso nesse texto. Confira!

Educação é a raiz de uma sociedade desenvolvida

O Brasil tem uma série de problemas sociais, econômicos e humanos. Muitos especialistas e até mesmo políticos defendem que a solução mais eficiente para todos estes problemas é uma população bem-educada e instruída, e isso faz total sentido: uma população educada tem mais condições de definir o próprio futuro, lutar por direitos e mais capacidade produtiva para exercer trabalhos cada vez mais valiosos para si e para o país.

Entretanto, um investimento em educação precisa ser feito com uma política eficiente, que valorize a instrução do indivíduo desde sua infância; logo, uma transformação completa na sociedade levaria, pelo menos, 30 anos.

É por isso que as elites políticas brasileiras nem sempre se preocupam com isso: o resultado leva mais tempo do que o período de um mandato, e este investimento pesa nos cofres públicos. Mas casos como o da Coreia do Sul, Cingapura, Japão e outros países desenvolvidos mostram como a força da educação modifica um país completamente, sempre para melhor.

Educação e geração de renda na economia

Boa parte da transformação social passa pela geração de renda, pelo trabalho e pelo consumo das famílias. Contudo, apenas pessoas preparadas são absorvidas pelo mercado de trabalho em postos de emprego com um salário digno e condições adequadas de atuação. Pessoas sem preparo acabam em empregos de baixa qualidade, informalidade ou até mesmo em trabalhos análogos à escravidão.

É mais fácil enganar, iludir ou coagir uma pessoa sem instrução, pois ela desconhece seus próprios direitos. Além disso, a falta de educação formal deixa a pessoa improdutiva, e isso dificulta conseguir bons empregos.

Como gerador de renda, a educação também gera transformação na vida das pessoas. Ganhar melhor, trabalhar melhor, gerar mais receita em impostos e melhores serviços públicos à população. É um ciclo virtuoso.

Educação, cultura e resistência para viver melhor

A maioria dos lugares onde há tiranias, ditaduras e outros tipos de regimes totalitários não investe na educação de sua população, e o motivo é lógico: pessoas bem-educadas sabem lutar por seus direitos e interesses. Sabem se articular e fazer política.

A transformação social causada pela educação se dá no âmbito cultural, onde um povo passa a aprender como valorizar sua história e seu legal. No campo político, para saber como votar e valorizar a democracia, além do campo da resistência contra qualquer abuso de poder.

A educação tira da pobreza, da ignorância e da falta de oportunidades. Essa é a transformação social que o país precisa, urgentemente. Valorize os esforços de educação e projetos sociais. Acesse o site da Sociedade Artística Brasileira. www.sabra.org.br e conheça mais sobre nossas atividades hoje mesmo!

Se você gostou deste post:

– siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as nossas atualizações: estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn, no Twitter e no YouTube!

– Conheça o trabalho da Sociedade Artística Brasileira (SABRA) e todas as iniciativas culturais e sociais que ela mantém. Acesse nosso site!

– entre em contato com a gente. E veja quais são as opções de ajuda na manutenção de nossas ações sociais e culturais. Basta acessar nossa página Doe Agora!

– Compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a também dominarem o assunto!