Saiba como a música influencia no ensino da língua inglesa

Pare por um instante e análise: além das músicas em português, qual é o idioma das músicas em língua estrangeira que você escuta? Provavelmente, a resposta será, para a maioria dos casos, inglês. A música influencia direta e positivamente no aprendizado de língua inglesa. Quer saber como? Neste texto iremos explicar a você. Confira!

Os primeiros contatos com o idioma estrangeiro

Antes mesmo de começar um curso de língua estrangeira, há uma grande chance de qualquer pessoa já ter ouvido alguma música em inglês no rádio, em filmes ou em outros lugares. Normalmente, é através da música que um brasileiro toma contato com o idioma anglo-saxão pela primeira vez na vida. Muitos se arriscam a cantar até mesmo sem saber a letra, entoando divertidos ruídos.

Embora isso pareça algo banal, não é. Graças à música, as pessoas aprendem as primeiras palavras em inglês. Palavras simples, como “Love”, “Game”, “You”, “Want” e outras são as que começam a compor o vocabulário em inglês do indivíduo na nova língua. É um passo importante para tomar contato com a pronúncia destas palavras e o funcionamento dos verbos em inglês.

Música e vocabulário

Graças a esse contato com a pronúncia e os diferentes sotaques do inglês é comum que muitos professores de idiomas utilizem as músicas em exercícios durante as suas aulas. A música também se apresenta de forma bastante versátil como instrumento de ensino de inglês, pois em diferentes canções há vários níveis do uso da língua.

Algumas canções apresentam um inglês simples e compreensível para iniciantes, usando frases com poucas palavras, pronúncia clara e lenta. Outras já exigem um maior nível de proficiência, com frases compridas, palavras e frases complexas, o que requer um ouvido mais bem treinado para o idioma.

Desta forma, a música é muito útil para o treino da pronúncia e da escuta em inglês, mas ela também é versátil para aprender a ler e escrever na nova língua. Versos de músicas nada mais são do que poesia, e esta manifestação artística pode ensinar os alunos sobre verbos, tempos, concordância, regência, e até mesmo sobre a cultura e os hábitos dos povos nativos do idioma inglês.

É comum que muitos indivíduos autodidatas no aprendizado à língua, ou seja, que tenham apreendido todo ou parte do idioma por conta própria, tenham usado a música como uma de suas principais ferramentas de absorção do novo idioma. A música é acessível, popular, e com a internet, fica mais fácil encontrar letras, traduções e versões que facilitam a compreensão da letra e o significado de suas palavras.

Conversação

O uso de música no ensino de inglês também pode servir para proporcionar a socialização entre os colegas e a coletividade do aprendizado. Para que os alunos possam perder a vergonha, é comum realizar a leitura de letras em conjunto, treinando coletivamente a pronúncia e acostumando os alunos com falar e ouvir em inglês.

Isso não funciona apenas para o inglês, mas para todo idioma. Contudo, a proximidade cultural com Estados Unidos e outros países anglófonos torna as músicas em inglês muito mais presentes em nosso cotidiano.

Se você gostou deste post:

– siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as nossas atualizações: estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn, no Twitter e no YouTube!

– Conheça o trabalho da Sociedade Artística Brasileira (SABRA) e todas as iniciativas culturais e sociais que ela mantém. Acesse nosso site!

– entre em contato com a gente. E veja quais são as opções de ajuda na manutenção de nossas ações sociais e culturais. Basta acessar nossa página Doe Agora!

– Compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a também dominarem o assunto!

Acesse www.sabra.org.br e conheça o trabalho da Sociedade Artística Brasileira.