Cultura é um dos principais fatores que podem mudar a sociedade. Independente de qual seja a sua forma de expressão, toda pessoa pode ter acesso a esses meios. Assim, pode evoluir como pessoa e como ser humano. Nisso, o Patrimônio Cultural é muito importante.

O que é Patrimônio Cultural?

Segundo a Constituição Federal de 1988, Artigo 216, Patrimônio Cultural são todos os bens de natureza material e imaterial que são referências à memória e identidade dos diversos grupos que compõem a sociedade brasileira.

São considerados patrimônio cultural:

*Criações científicas, artísticas e tecnológicas;
*Variadas formas de expressão;
*Obras, documentos, objetos e edificações voltados para as manifestações culturais e artísticas;
*Conjuntos urbanos e sítios de valor histórico.

São diversas formas de cultura que podem ser consideradas patrimônio cultural. Dentro dessa definição existem duas classificações: patrimônio material e patrimônio imaterial.

Patrimônio material representa o conjunto de bens culturais, móveis ou imóveis, existentes no país. Além disso, é fundamental que a conservação seja de interesse público. Isso acontece porque está vinculado a fatos memoráveis da história do Brasil. Essa definição é segundo o Decreto-Lei n° 25/1937.

Já o patrimônio imaterial é definido pela UNESCO. Esse tipo de patrimônio é representado pelas práticas, representações, conhecimentos, técnicas e expressões produzidas pelas comunidades e grupos.

Como é o processo de Inscrição de Patrimônio?

Para realizar o ato administrativo de inscrição do patrimônio, você deve prestar atenção à Legislação da instância desejada, seja a mundial, nacional, estadual ou municipal. Isso é importante pois é através disso que é possível se inscrever no livro adequado, seja o Livro do Registro ou o Livro do Tombo.

O que difere um do outro são algumas características. O registro deve ser refeito periodicamente, para acompanhar as transformações dos processos culturais. Já o Tombamento é um ato administrativo e que deve ser realizado pelo Poder Público.

Falando do tombamento, essa é a primeira ação para a preservação dos bens culturais, impedindo legalmente a destruição. Já em relação aos bens culturais, essa é uma medida para preservar tanto a memória quanto os esforços e recursos investidos anteriormente.
Existem várias coisas que podem ser consideradas patrimônio cultural. Entre elas, uma das mais importantes é a música. Uma forma incrível que une técnica e criatividade.

Educação Musical e sua importância

Estimular a preservação da música e da cultura musical é muito importante. Além de incentivar o surgimento de novos talentos da música, por essas iniciativas podemos ter a cultura e a história sempre presentes.

Orquestra Sinfônica e Coral estão cada vez ganhando mais peso através de ações e projetos. Entre eles, a SABRA é uma instituição reconhecida pela sua excelência e sua preocupação em integrar jovens ao mercado de trabalho e à cultura e arte.

Através da SABRA, a Orquestra Sinfônica de Betim, a Oficina Musical de Betim (Escola de Música), o Coro e Orquestra de Câmara Lobo de Mesquita e Corais Adultos e Infantis em Belo Horizonte e Betim estão funcionando.

Venha conhecer mais sobre como a SABRA transforma vidas e também sobre suas ações. Acesse o nosso site e veja como pode fazer parte disso.

 

Se você gostou deste post:

– siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as nossas atualizações: estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn, no Twitter e no YouTube!

– Conheça o trabalho da Sociedade Artística Brasileira (SABRA) e todas as iniciativas culturais e sociais que ela mantém. Acesse nosso site!

– entre em contato com a gente. E veja quais são as opções de ajuda na manutenção de nossas ações sociais e culturais. Basta acessar nossa página Doe Agora!

– Compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a também dominarem o assunto!