Como a música clássica pode te ajudar a estudar

Nem sempre se concentrar e manter o ritmo dos estudos é uma tarefa fácil. Por isso mesmo, os estudantes, independente de suas faixas etárias, costumam buscar alternativas e estratégias que ajudem a melhorar o foco, a concentração, a memória e o aprendizado, para fazer os estudos renderem ainda mais.

Um recurso muito valioso para ajudar a estudar é ouvir música clássica. Geralmente, associamos a música a momentos de descontração, entretenimento e relaxamento. Entretanto, esse gênero musical é capaz de estimular aspectos importantes na hora do estudo.

Ciência comprova

Há algumas décadas diversos estudos e pesquisas têm indicado que a música clássica ajuda na concentração e na melhora da capacidade de aprendizado, sendo extremamente benéfica para se ouvir durante os estudos.

Recentemente, um estudo britânico feito pela Mindlab International comprovou que ouvir determinados estilos de música enquanto estudamos pode ajudar a melhorar o nosso desempenho. No caso da música clássica, por exemplo, a pesquisa indicou que 12% dos alunos que ouviram canções desse estilo, enquanto estudavam, apresentaram um desempenho melhor, em média, nas avaliações de matemática.

Nesse caso, a escala de tons e a melodia auxiliaram os alunos a reterem um maior número de informações e passarem mais tempo estudando. Além disso, a música clássica tem o poder de aumentar a concentração e estimular a imaginação.

Segundo os pesquisadores, músicas que tenham entre 60 e 70 batidas por minuto, como as clássicas, nos fazem entrar em um estado de relaxamento diferente, em que apesar de calma, a mente se mantém mais alerta. O número de batidas por minuto está ligado à ativação de regiões específicas do cérebro conectadas à criatividade, relaxamento e bem-estar.

Outro estudo atual, feito na Finlândia, confirmou que a música clássica é o gênero ideal para se ouvir enquanto estudamos, pois melhora a concentração através da alteração de atividades cerebrais que aumentam as neurotransmissões sinápticas. Isso garante mais capacidade de memória e de aprendizagem, habilidades fundamentais para os estudantes.

Cuidados e dicas

A música, em geral, pode nos trazer muitos benefícios, mas durante os estudos é importante deixar de lado opções cantadas e focar em canções instrumentais para que você não acabe se distraindo e perdendo o foco principal. Imagine, por exemplo, como seria ouvir sua banda ou cantor favorito. Provavelmente você começaria a cantarolar as canções e deixaria os estudos em segundo plano, fugindo completamente do seu objetivo.

Músicas agitadas demais também podem prejudicar o seu rendimento, porque podem causar ansiedade e excitação. Ou seja, é preciso tomar muito cuidado ao escolher a trilha sonora dos seus estudos.

Por isso, a música clássica é a correta, já que, em volume baixo, ela ajuda a manter um estado de “vigília relaxada”, em que você se mantém calmo, porém atento e focado. Mozart, Bach, Beethoven e Vivaldi são alguns dos compositores mais ouvidos durante os estudos.

Quem experimenta ouvir música clássica durante os estudos vê sua concentração e o tempo de estudo aumentar e o raciocínio melhorar, resultando assim, em um estudo muito melhor aproveitado e com mais rendimento.

Se você gostou deste post:

– siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as nossas atualizações: estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn, no Twitter e no YouTube!

– Conheça o trabalho da Sociedade Artística Brasileira (SABRA) e todas as iniciativas culturais e sociais que ela mantém. Acesse nosso site!

– entre em contato com a gente. E veja quais são as opções de ajuda na manutenção de nossas ações sociais e culturais. Basta acessar nossa página Doe Agora!

– Compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a também dominarem o assunto!