A realidade de boa parte das crianças e adolescentes brasileiros, infelizmente, está muito longe das alegrias que essas fases da vida deveriam proporcionar. Segundo a UNICEF, 60% deles vivem em situação de pobreza, com escassez de recursos financeiros e privados de direitos básicos, como acesso à água potável e educação, por exemplo. É por isso que entidades como o Fundo para Infância e Adolescência (FIA) são tão essenciais em um país como o nosso.

O que é FIA?

O Fundo para Infância e Adolescência é um fundo público especialmente mantido para financiar projetos que defendam e promovam os direitos das crianças e dos adolescentes. Ele é sustentado hoje pelo artigo 88 do Estatuto da Criança e do Adolescente, mas existe desde 1994.

Qual a importância desse fundo?

Imagine crianças e jovens vivendo nas condições descritas no início desse artigo: privados não apenas de recursos financeiros, mas sem acesso à educação, moradia digna, água potável, saneamento básico e outros suportes que podem parecer tão elementares para você. Privados do básico estão a milhas de distância da cultura, educação musical e de qualquer outro estímulo que os façam ter esperança de mudar essa realidade de carência extrema.

É graças a iniciativas como o FIA que essas crianças e adolescentes podem ser resgatados, participando de programas sociais que têm o potencial de mudar o seu futuro. Os projetos financiados pelo FIA podem trocar o tempo nas ruas pelo tempo de ensaio em um coral ou em uma orquestra sinfônica, por exemplo! A cultura é a chave para combater a marginalização, mas para isso precisa de recursos.

Qual a confiabilidade do FIA?

Você, contribuinte, pode doar parte do seu imposto para fomentar o FIA! Mas antes de fazer isso, certamente vai se perguntar se é confiável – se o seu dinheiro realmente vai chegar até esses jovens carentes e mudar a realidade deles de alguma forma.

Quanto a isso, pode ficar tranquilo. Antes de um projeto ser aprovado para receber recursos do FIA, existe uma série de critérios bastante rígidos. Além disso, o programa é acompanhado de perto pelos Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente, órgãos que fiscalizam a idoneidade das iniciativas e garantem que quem realmente precisa seja beneficiado.

A entidade que recebe dinheiro do FIA obrigatoriamente precisa ser legalmente constituída e registrada e ter já algum tempo de funcionamento, por exemplo. Também precisa prestar contas do uso desses recursos, sobre como eles foram empregados em prol das crianças e adolescentes atendidos.

Graças a quem contribui com a continuidade do FIA, jovens de comunidades carentes ganham perspectiva de vida por meio do esporte, da cultura e da educação. Assim, conquistam a possibilidade de romper o ciclo de pobreza e privações que enfrentam motivados a construir um futuro melhor para si e para suas famílias.

O FIA é fundamental para a redução das desigualdades e dos abismos gigantescos que existem entre classes sociais distintas, rumo à igualdade de oportunidades. Veja como você pode doar e faça a sua parte por um Brasil mais promissor!

 

Se você gostou deste post:

– siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as nossas atualizações: estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn, no Twitter e no YouTube!

– Conheça o trabalho da Sociedade Artística Brasileira (SABRA) e todas as iniciativas culturais e sociais que ela mantém. Acesse nosso site!

– entre em contato com a gente. E veja quais são as opções de ajuda na manutenção de nossas ações sociais e culturais. Basta acessar nossa página Doe Agora!

– Compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a também dominarem o assunto!