Você sabia que é possível fazer o bem para grupos menos favorecidos sem gastar praticamente nada? Basta doar parte do seu Imposto de Renda para fundos ou entidades que promovem ações e projetos sociais, em prol de crianças, adolescentes, idosos, pessoas com deficiência e outros. Se você já pensa em fazer isso, mas não sabe exatamente como proceder, continue lendo esse artigo e descubra como é fácil!

Fique atento ao prazo

Todos os anos os contribuintes têm um prazo máximo para preencher a sua Declaração de Imposto de Renda e enviá-la para a Receita Federal, normalmente vai até o final de abril. O primeiro passo para conseguir fazer a sua doação é não perder o prazo.

Além disso, será preciso optar pelo modelo de declaração completa e não o simplificado. Ao preenchê-lo, você poderá destinar até 3% do valor aos fundos como o FIA (Fundo para Infância e Adolescência), sem que isso aumente em nada a sua dívida com a receita.

Como funciona a doação?

Se você tiver um valor devido de R$ 1000,00, por exemplo, emitirá duas vias. Em uma delas, pagará o equivalente a 3%, que corresponde a R$ 30 para o fundo ou entidade escolhida. E a outra via servirá para pagar o restante ao governo.

No entanto, há pessoas que têm um valor a receber de volta, em vez de pagar a mais. Supondo que você tenha R$ 1000,00 para restituir, ao finalizar a declaração receberá uma única via de pagamento, no valor de R$ 30, que será a sua doação. Mas saiba que quando a restituição chegar, ela será integral, ou seja, você recebe os R$ 1000,00, aquilo que foi doado não será descontado.

Ou seja, de ambas as formas você ajuda quem precisa sem que isso comprometa o seu orçamento e da sua família!

Doação de 8%

Existe um outro sistema por meio do qual pessoas físicas podem doar até 8% do valor do imposto para os fundos e entidades. Nessa modalidade, o valor da doação precisa ser antecipado até o fim do ano de referência da declaração. Por exemplo: até o fim de 2018, é possível fazer a doação de 8% em cima do Imposto de Renda de 2019.

Nesse caso, “até o fim do ano” é bem literal, o contribuinte tem até o dia 31 de dezembro para antecipar o valor. Assim como na modalidade anterior, você não perde nada ao fazer essa doação maior, porque o valor integral será abatido na declaração.

Isso significa que de nenhuma forma você precisará tirar dinheiro do seu bolso para doar, na verdade, vai destinar uma porcentagem do seu imposto a um fundo ou entidade escolhida.

Já falamos por aqui sobre qual destino é possível dar a esse valor. Escolha a causa que você deseja apoiar e uma das duas modalidades para ajudar.

Se optar pelo FIA, por exemplo, estará contribuindo com a educação musical para crianças e jovens marginalizados, garantindo que eles tenham acesso à cultura. Tenha certeza de que isso será essencial em sua formação.

Se você gostou deste post:

– siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as nossas atualizações: estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn, no Twitter e no YouTube!

– Conheça o trabalho da Sociedade Artística Brasileira (SABRA) e todas as iniciativas culturais e sociais que ela mantém. Acesse nosso site!

– entre em contato com a gente. E veja quais são as opções de ajuda na manutenção de nossas ações sociais e culturais. Basta acessar nossa página Doe Agora!

– Compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a também dominarem o assunto!