Qual o papel do serviço social na nossa sociedade?

Aspectos como a evolução do capitalismo e o desenvolvimento dos centros urbanos vêm acompanhados de uma série de mazelas sociais. Neste contexto, o papel do serviço social é atender à sociedade, oferecendo aos indivíduos em condições de vulnerabilidade recursos para terem acesso aos seus direitos e a melhores oportunidades na vida.

Para entender mais a fundo os aspectos deste trabalho e como ele é realizado, continue lendo este artigo.

Compreendendo o escopo do serviço social

O desenvolvimento urbano e a evolução do capitalismo geram como efeito colateral a existência de forças econômicas antagônicas. Neste processo, uma série de indivíduos passa a ser marginalizada no que diz respeito ao acesso aos seus direitos básicos, e, em um nível mais avançado, a oportunidades de vida.

Quando falamos em direitos básicos, nos referimos principalmente a aspectos como saúde, alimentação, segurança, lazer, transporte e educação, por exemplo. Simplificadamente, os indivíduos considerados como em estado de vulnerabilidade social são aqueles que em razão de fatores socioeconômicos estão excluídos socialmente, não tendo acesso a um ou mais destes direitos básicos.

Neste contexto, o serviço social presta um trabalho de assistência a estes indivíduos. Esta assistência deve ser fornecida pelo Estado, mas é também realizada por entidades independentes como ONGs e outra instituições particulares.

O trabalho de assistência social

O serviço social oferece à sociedade primeiramente o trabalho de identificação e prestação de assistência aos indivíduos em situação de vulnerabilidade. Com isto, pode oferecer a estes opções e alternativas que facilitem o acesso aos seus direitos.

Além disso, em uma outra esfera, o serviço social oferece atendimento a pessoas que já tiveram seus direitos violados. Um exemplo disso é quando ocorrem catástrofes naturais ou provocadas pelo homem, como deslizamentos que geram danos à moradia, alagamentos, contaminação de água e recursos naturais, etc.

Nestes contextos, o serviço social pode auxiliar na reparação destes danos e na reaquisição destes direitos.

O serviço social como ferramenta de fomento à cultura e ao lazer

Além dos direitos básicos, o serviço social pode ampliar também o acesso à cultura e ao lazer. Indivíduos em situação de vulnerabilidade têm menos acesso a programas que fomentem estes importantes aspectos da vida em sociedade.

As instituições de assistência social podem estimular a presença destes trabalhos nas comunidades vulneráveis. Assim, elas têm um impacto direto na redução das taxas criminais e na geração de novas oportunidades para indivíduos em vulnerabilidade social.

Além disso, programas de ensino de artes e línguas, por exemplo, além do teor educacional, contribuem para o aumento da autoestima dos indivíduos. São capazes de desenvolver neles um senso de pertencimento que estimula a busca por melhores condições de vida por meio de ferramentas lícitas, além de melhorar suas oportunidades de obterem melhores vagas de emprego.

Garantia de acesso aos direitos do cidadão

Como você pôde notar, o principal papel do serviço social é equilibrar os efeitos das desigualdades, principalmente de origem socioeconômica. Desta forma, ele contribui para a cidadania de indivíduos em vulnerabilidade, garantindo o acesso aos seus direitos básicos e permitindo o acesso a melhores oportunidades e condições de vida.

Se você gostou deste post:

– siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as nossas atualizações: estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn, no Twitter e no YouTube!

– Conheça o trabalho da Sociedade Artística Brasileira (SABRA) e todas as iniciativas culturais e sociais que ela mantém. Acesse nosso site!

– entre em contato com a gente. E veja quais são as opções de ajuda na manutenção de nossas ações sociais e culturais. Basta acessar nossa página Doe Agora!

– Compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a também dominarem o assunto!